Até 2024, setor brasileiro de embalagens deve registrar crescimento de 1,6%

15 de junho de 2022

De acordo com a ABRE (Associação Brasileira de Embalagem), o setor vem crescendo exponencialmente devido à procura por itens de nicho e o aumento do consumo brasileiro. Entre 2014 e 2018, o segmento de embalagens registrou um crescimento de 1,1% ao ano, devendo alcançar 1,6% até 2024. O segmento é influenciado pela atividade econômica do País, principalmente pelo crescimento da indústria.

Segundo a Associação, o crescimento é esperado baseado no mercado da inovação. Por causa disso, a indústria tem buscado e entendido a tendência para se adequar à demanda. Além disso, o consumidor quer evitar o desperdício, prezando pela sustentabilidade, por isso, passa a optar por empresas que promovam a produção e o uso responsável da impressão e do papel.

Um bom exemplo se conecta com as atividades da Mazurky, indústria de embalagem de papelão ondulado. Ela opta por ações que minimizam impactos e preservam o meio ambiente, mantendo uma busca contínua por sistemas que permitem uma maior redução do consumo de insumos e envio para reciclagem todo o excedente de matéria-prima da fábrica.

O comprometimento com a qualidade a torna uma das líderes nacionais na produção de embalagens em chapas de papelão ondulado, papel cartão e polipropileno ondulado. A Mazurky tem reconhecimento máximo no setor, sendo a única empresa do segmento que possui as certificações ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001, condição que comprova a qualificação da organização em relação aos concorrentes.